Uncategorized

Dicas para economizar na viagem de lua de mel

Por: Gio Manfroi

1. Estipule metas e comece a guardar dinheiro desde já!

Quando estiver selecionando o destino da viagem, pesquise sobre o custo de vida e das atrações turísticas. Assim, você consegue ter uma ideia de quanto dinheiro vai precisar por dia para aproveitar sua viagem.
Depois disso, vá economizando todos os meses para alcançar a quantia necessária. Tudo bem se você conseguir guardar só um pouquinho, o importante é manter o foco todo mês! Para ajudar, é legal separar um cofre, um vidro ou uma conta poupança dedicada exclusivamente para o dinheiro da lua de mel.

Se o plano for viajar para outro país, fique de olho na cotação da moeda e já vá comprando quando o preço estiver bom. Deixar para comprar na última hora pode ser arriscado!

2. Fuja da alta temporada

Sei que nem sempre conseguimos tirar férias no período que queremos, mas viajar na baixa temporada (outono e primavera) ajuda muito a economizar na hospedagem e nas passagens. Além disso, as atrações turísticas tendem a estar menos lotadas, e as temperaturas mais amenas.
Se vocês tiverem maior flexibilidade, escolher uma data longe das férias escolares (janeiro, fevereiro e julho) é a melhor alternativa!

3. Pesquise muito e compre as passagens com antecedência

Depois de decidir o destino, a época e a duração da viagem (baseado no que você consegue economizar todo mês), é hora de pesquisar as passagens! Vá em todos os sites possíveis e pesquise várias alternativas de datas, pois viajar em uma terça-feira ao invés de um sábado pode fazer muita diferença no preço, por exemplo.
Comece a busca com bastante antecedência! Conforme a data da viagem vai se aproximando, os voos vão lotando e o valor subindo, então tente garantir a sua passagem o mais cedo possível.

Algumas dicas de onde buscar passagens são: Decolar.com, Skyscanner, Voopter e MaxMilhas. Você pode estabelecer o valor máximo que pode pagar pela passagem e criar alertas para que o site avise quando encontrar uma oferta que se encaixa no que você busca!

4. Aposte em opções alternativas de hospedagem

Reservar a hospedagem com antecedência também é bem importante! Você pode pesquisar hotéis e fazer as reservas com cancelamento gratuito em sites como o booking.com, mas a minha dica hoje é apostar em opções alternativas.

Ficar em um hotel bem estruturado é super confortável, mas pode acabar saindo bem caro, né? O Airbnb tem se mostrado um ótimo caminho para quem valoriza o conforto mas está com o orçamento apertado. Lá você encontra centenas de apartamentos para passar a sua viagem como se fosse um morador local. Além disso, como os apartamentos normalmente oferecem cozinha equipada, você ainda pode fazer suas refeições em casa e economizar muito na alimentação!

5. Planeje seu roteiro e prefira o transporte público

Antes da viagem, pesquise as atrações que a cidade oferece e os programas que você gostaria de fazer. Planeje seus roteiros diários pensando na localização dos pontos turísticos que você deseja conhecer e otimize: veja tudo que há em uma área da cidade no mesmo dia.

Assim você consegue fazer muita coisa a pé (explorando ainda mais o lugar) e economiza tempo e dinheiro em deslocamento.
Para deslocamentos maiores, pesquise também opções de transporte público. Deixe o táxi ou o Uber para quando for mesmo necessário.

6. Anote todos os seus gastos

Durante a viagem, passeios não programados e gastos não previstos surgem, e tudo bem! Uma ótima dica para não se perder nas finanças é anotar tudo que for gasto. Existem alguns aplicativos para isso, mas vale anotar tudo em um caderninho ou no bloco de notas do celular mesmo.

Essa prática é muito fácil e muito útil! Você têm controle do seu dinheiro para não chegar quebrado nos últimos dias, e consegue enxergar com o quê está gastando mais e onde pode segurar um pouco.

7. Evite usar o cartão de crédito

E a dica final é: cartão de crédito somente para emergências. Principalmente se a sua lua de mel for internacional, mas vale para todo o tipo de viagem!

Se estiver viajando para outro país, a forma mais barata de levar seu dinheiro é em espécie, pois cartões sempre terão IOF (Imposto sobre Operações de Crédito). Durante a viagem, a doleira será sua melhor amiga!
Caso se mantenha dentro do Brasil, o cartão de débito ajuda a não precisar andar com muito dinheiro vivo.

Lembra das economias que guardamos no porquinho? Vá gastando e controlando esse dinheiro. O cartão de crédito é uma ótima forma de se perder nos gastos e acabar voltando pra casa com dívidas inesperadas.

O post Dicas para economizar na viagem de lua de mel apareceu primeiro em Casando Sem Grana.

Tunadosnet
MimoKids
Portal Dicas